Gran Sasso Tre Autoctoni é um vinho italiano dos mais interessantes. Ele se chama “Tre Autoctoni” porque é feito somente de 3 uvas autóctones, ou seja, são uvas originárias de uma determinada região.

gransasso-treautoctoni

As três uvas são: Montepulciano que vem da região de Abruzzo, Primitivo que vem da região da Puglia e a Nerello Marcalese que vem da região da Sicilia. Como dá para perceber no mapa abaixo, o rótulo do vinho (muito bonito por sinal) é uma representação gráfica das 3 regiões.

Screen Shot 2014-07-06 at 10.58.18 PM

Outro detalhe interessante é que esse vinho é vinificado somente em tanques de inox, ou seja, não passa por barricas de carvalho. O resultado é um vinho em que se percebe todas as nuances, de aroma e sabor, que as próprias uvas oferecem, sem filtros.

É um vinho perfumado e frutado, que lembra fruta negra como cereja e ameixa bem madura, notas de flores, couro e tostado. Na boca é bem gordo, levemente adocicado, macio, taninos generosos e redondos, acidez equilibrada e final bem longo com um toque defumado. Muito bom.

Comina muito bem com pratos de sabor bem acentuado, como uma saborosa carne assada, massas com molho vermelho ou queijos fortes. Aqui em casa nós testamos com um prato bem diferente e muito saboroso: hambúrguer com molho de mostarda e sálvia com crispy de batata doce. Uma delícia! Amanhã publicamos a receita aqui no Menu de Baco.

O Gran Sasso Tre Autoctoni você encontra na La Pastina.