Desafio de Vinhos: Merlots do Mundo

Para quem não sabe, periodicamente meu querido confrade João Felipe Clemente, do blog Falando de Vinhos, promove o Desafio de Vinhos. São noites inesquecíveis, onde os convidados, com diferentes perfis de consumo, têm a difícil tarefa de degustar e pontuar os vinhos, para que se difina: o melhor vinho da noite, o melhor custo-benefício e a melhor compra dentro do tema proposto.

O Desafio de Merlots do Mundo porém, foi um caso à parte – foram simplesmente 12 (sim, doze!) merlots, representando 10 países, que nos proporcionaram uma noite alucinante, que mais parecia uma montanha russa de aromas e sabores.

O local escolhido para esse combate foi a Trattoria do Pietro, que fica dentro do Shopping Open Center, no Morumbi. Como sempre, a degustação foi feita às cegas e os vinhos escolhidos para o desafio foram:

  • Chateau La Butte Viellies Vignes 2005 (França)
  • Fabre-Montmayou Patagônia (Infinitus) Gran Reserva 05 (Argentina)
  • Merlot Terroir 2005 (Brasil)
  • Planeta Sicília Merlot 2005 (Itália)
  • Marqués de Casa Concha 2006 (Chile)
  • Storia 2005 (Brasil)
  • Smithbrook 2005 (Austrália)
  • Fleur du Cap Unfiltered Merlot 2005 (África do Sul)
  • Casillero Del Diablo Reserva 2007 (Chile)
  • Abadal 5 (Espanha)
  • Wente Crane Ridge Merlot 2004 (EUA)
  • Má Partilha 2001 (Portugal)
Lado a lado, grandes vinhos pela fama, outros nem tanto e outros, surpreendentemente correndo por fora, mostrando a que vieram com qualidade e personalidade. E o resultado ficou assim:

* Melhor vinho da noite – Storia (Casa Valduga)
* Melhor Custo-Benefício – Casillero del Diablo Merlot 2007 (Concha y Toro)
* Melhor Compra – Wente Crane Ridge (Wente Vineyards)
Se você quiser saber mais sobre esse desafio de vinhos, com fotos como essa acima, tirada pelo próprio João, características e pontuações detalhadas de cada vinho, clique aqui e visite o blog Falando de Vinhos.

6 comentários em “Desafio de Vinhos: Merlots do Mundo”

  1. Olá Alexandre.

    Parabéns pelo blog, os desafios são muito interessantes.
    Só me permita uma correção: o Abadal 5 Merlot não é um vinho dos EUA, e sim da Espanha, mais precisamente de Plas de Bages na Catalunya.

    abs

  2. Olá Léo!

    Você tem toda razão.
    Já fiz a correção.

    Espero que entenda, é muito vinho meu amigo…rsss

    Obrigado pelo aviso e pela visita!

    um grande abraço!
    Alexandre

  3. Ô meu amigo…

    Que bom que apareceu por aqui.

    Quando teremos novos posts no Degusteno? Faz falta…

    um abração!
    Alexandre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *