Buçaco Tinto 2005. O vinho dos nobres.

Todo vinho tem uma boa história para contar e a do Buçaco, é das mais interessantes.

palacio-de-bussaco
Palácio de Buçaco

Esse vinho, de nome bem diferente, foi criado por um nobre senhor chamado Alexandre de Almeida, dono de vários hotéis em Portugal, um deles bem famoso e que deu nome ao vinho, o Palácio de Bussaco. Alexandre resolveu produzir o vinho feito no próprio palácio, feito com uvas tradicionais da região do Dão e da Bairrada, como Baga e Touriga Nacional. Seria uma forma de oferecer aos hóspedes, um vinho feito dentro das tradições da região.

bussaco-tinto-2005

O Buçaco Tinto 2005 em si é uma bela experiência, a começar pela garrafa, simples até, mas a rolha coberta de cera. Depois de um certo trabalho, a rolha sai e o vinho incrível se revela. Um vinho feito no estilo antigo, que lembra um belo bordeaux envelhecido. No aroma, se percebe notas de couro, tabaco, madeira molhada, balsâmico e no paladar e elegante, com um ótima acidez e taninos bem finos. Pelo que pesquisei, é um vinho de longa guarda, mas sinceramente achei que já estava no ponto de ser consumido.

Esse vinho, teoricamente, só pode ser comprado lá no Palácio de Bussaco, mas a Mistral, foi a única importadora no mundo a convencê-los a vender fora dos muros do palácio, então você consegue comprar por aqui.

Um belo vinho que vale a pena experimentar.

2 comentários sobre “Buçaco Tinto 2005. O vinho dos nobres.”

  1. Alexandre,
    Eu degustei o Buçaco Branco durante um curso com o Rui Falcão.
    Cor, aroma e textura em perfeita harmonia. O vinho é fantástico e corretíssimo. Uma jóia em estado líquido.
    O tinto foi cobiçado por mim e acredito que seja outra maravilha!
    Abçs
    Ju

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *