marques-delvale-rose

No Brasil, infelizmente, o vinho rosé ainda é deixado de escanteio. Talvez seja até um certo preconceito neste país dominado por bebedores de vinhos tintos, mas aqui em casa temos um bom hábito de beber vinhos rosé. São leves, versáteis e combinam com quase tudo.

Esse foi um vinho rosé que me surpreendeu pela elegância. O que acontece é que de forma geral, os vinhos rosé sulamericanos são relativamente doces, muito concentrados e acidez baixa, deixando o vinho chato. Quando o bolso está mais cheio, escolhemos os franceses, mas como não está fácil para ninguém, escolhemos a dedo os produtores de rosé sulamericanos bons e baratos.

Recentemente provamos esse Marqués Del Valle Reserva Rosé Carménère, e foi uma surpresa. É um rosé chileno, feito de uva carmenère, que segue o estilo francês, do vinho rosé produzido na região da Provence. Tem uma cor rosa bem clarinha, é leve, tem ótima acidez e aromas de frutas vermelhas frescas, que lembram morango e cereja. Uma delícia.

O perfeito vinho para esse tempo que não se decide se esquenta, se chove ou se esfria. Na dúvida, vá de rosé.
Em casa provamos esse vinho com um creme de aspargos que postamos aqui no Menu de Baco. Ficou muito bom.

O Marqués Del Valle Reserva Rosé Carménère você encontra na Expand.