É justo o que pagamos pelo nosso vinho de cada dia?

Que os impostos no Brasil são um dos mais altos do planeta não temos dúvida, e isso com certeza altera e muito os preços de nossas amadas garrafas nas prateleiras. Mas o que dizer das margens de lucro praticadas pelas importadoras?

Num estudo feito recentemente pelo enófilo Oscar Daudt do site Enoeventos, ele mostra as margens de lucro praticadas pelas importadoras no Brasil comparando cotações feitas aqui, com os preços praticados no mercado americano.

Em alguns casos, chega a assustar!

Leia o estudo completo clicando aqui e fique esperto!

1 comentário em “É justo o que pagamos pelo nosso vinho de cada dia?”

  1. Caro(s) Confrade(s),

    cometi um erro ao indicar o SANTA HELENA VERNUS 2004 como vinho para o mês de julho.

    Quando comprei uma garrafa no Carrefour a R$ 38, achei o preço muito atraente, até mesmo porque NÃO ERA PROMOÇÃO!

    Mas hoje o vinho está a R$58 aqui em Uberlândia e em algumas outras cidades, conforme alguns Confrades, a mais de R$60.

    Assim, peço desculpas a todos por ter indicado um vinho com valor acima do combinado.

    Para viabilizar a participação de TODOS, acho melhor mudar a indicação, escolhendo um vinho mais acessível, seja no preço, seja na facilidade de ser encontrado.

    Assim, fica indicado como vinho para postagem no dia 1º de julho o TRIVENTO PINOT NOIR 2007, que custa em torno de R$25.

    Os que já adquiriram o Vernus, me perdoem, mas têm em mãos um vinho que promete.

    Abraço a todos e novas desculpas.

    Vinho para Todos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *