No último dia (25/11) tive a oportunidade de provar novamente um dos maiores clássicos chilenos, o Don Melchor. A ocasião foi muito especial, pois o próprio Enrique Tirado, enólogo responsável e “pai” desse grande vinho, veio a São Paulo apresentar a safra 2011 em um evento realizado na nova e lindíssima loja da Ville du Vin.donmelchor-01

Eu considero o Don Melchor um clássico, pois é um vinho consistente. Independente do gosto globalizado, fazendo com que muitos vinhos percam a característica da região onde são produzidos, o Don Melchor não. Como um típico cabernet sauvignon que é, produzido na reunião do Maipo, se percebe que o leve toque de pimentão está lá. Ainda que discreto, mas está lá.  donmelchor-02

O Don Melchor é um cabernet sauvignon especial. Ele é feito de uma mescla de 7 parcelas, todas com características especiais de solo e clima e a produção é bem pequena. Segundo o Enrique Tirado, ele consegue extrair no máximo uma garrafa por planta. Outro detalhe especial é que todas as amostras são enviadas a Bordeaux na França onde será decidida a mescla que será o novo Don Melchor. Definida a mescla o vinho é finalizado no Chile onde permanece em barricas francesas por 24 meses.

A safra 2011 está ainda mais elegante. No nariz os aromas de frutas vermelhas frescas são intensos, leve pimentão e nuances couro e grafite. Na boca a acidez é preponderante, taninos presentes, mas finos e álcool totalmente equilibrando. Um conjunto harmonioso e delicioso.donmelchor-03

O detalhe do Don Melchor 2011 é um corte com apenas 1% de cabernet franc, cultivado na mesma região. Se faz diferença? Todos os detalhes fazem diferença em um vinho que se mantém no topo por décadas.

Você encontra o Don Melchor 2011 nas lojas da Ville du Vin em São Paulo.