Apesar de vivermos diariamente desbravando esse infinito mundo do vinho, muitas vezes acabamos provando mais do mesmo, talvez por preguiça ou mesmo nestes tempos de grana curta, medo de arriscar. Mas é aí que mora o perigo. Assim como na vida, a gente sabe que a mesmice nos acomoda e nos leva para aquela zona de conforto, mas infelizmente ela te impede de viver ótimas experiências.

Alguns clubes de vinho nos ajudam a sair desta zona de conforto e vou dizer que nesta última remessa que recebi, fiquei bem feliz e surpreendido. Bebi três italianos simplesmente sensacionais.

O primeiro o Mezzacorona Merlot, um 100% merlot, feito na região de Trentino Alto Adige, lá em cima no Nordeste da Itália divisa com a Áustria. Um merlot delicioso, corpo médio, elegante, boa acidez, taninos finos e aromas de frutas vermelhas mescladas com leve toque herbáceo. Vinho delicado e equilibrado.Screen Shot 2016-08-06 at 1.03.57 PM

O segundo foi o Castel Formian Nerofino, um blend diferente, feito de uva Teroldego e a Lagrein, que não conhecia. Uma bela mistura que deu ao vinho notas de frutas vermelhas frescas, corpo médio, excelente acidez e um retrogosto mentolado muito especial. Um vinho de textura macia, mas de sabor intenso, feito para acompanhar pratos mais condimentados.

Screen Shot 2016-08-06 at 1.03.35 PM

Por último e não menos especial, o Panarda Montepulciano. Já provei vários vinhos feitos da uva montepulciano e sou fã, mas este foi bem especial. Segundo o produtor, a Cantina Frentana, as uvas vêm de uma parcela de seus melhores vinhedos e passa por 18 meses em barrica para seu refinamento. Um vinho intenso em todos os aspectos. Aromas marcantes e frutas vermelha bem maduras, notas de tabaco, couro, pimenta preta. Taninos ainda presentes, acidez excelente, álcool integrado e muito persistente na boca.

Screen Shot 2016-08-06 at 1.04.17 PM

Vinhos ótimos que vão ficar na minha memória.

Agradeço a graça alcançada ao meu clube de vinho favorito VinhoClube.

;D
abs!
Alexandre