Iniciada a temporada de eventos de vinhos no Brasil, principalmente com a aproximação do inverno. E, para não quebrar a tradição em nosso país, as principais vinícolas associadas à Comissão Vitivinícola da Região da Península de Setúbal (CVRPS), de grande produção de vinhos e de um efervescente enoturismo, ao Sul de Lisboa, em Portugal, promovem novamente provas de seus vinhos no Rio e em São Paulo. Serão dias para convidados – enófilos e profissionais do setor – com encontros no Copacabana Palace (RJ) e no Consulado Geral de Portugal (SP), nos dias 5 e 7 de junho, respectivamente.

“Serão duas grandes provas, com várias empresas e produtores da região, que visam continuar a fazer crescer essa “boa onda” dos vinhos portugueses no Brasil. E para a qual a Península de Setúbal tem dado forte contribuição”, afirma o presidente da CVRPS, Henrique Soares, que estará no Brasil para os dois eventos, além de ministrar palestras nas Associações Brasileiras de Sommeliers (ABS) do Rio e de SP. Henrique Soares comemora também o avanço de 23,42% nas importações dos vinhos para o Brasil, em 2017, em relação ao ano anterior.   E, em 2018, mais notícia boa: a exportação dos vinhos de Setúbal para o Brasil aumentou 88% nos três primeiros meses do ano, em relação ao mesmo período do ano passado, com destaque para o Moscatel de Setúbal, que cresce também de forma sustentada.

Entre os destaques das provas, rótulos já consagrados no mercado mundial, vinhos tintos, brancos e rosés tradicionais, além dos famosos Moscatéis de Setúbal. Entre os produtores participantes: Jaime Quendera, Adega de Pegões, Luis Simões e Pedro Santos, da Quinta do Brejinho da Costa; Joana Freitas, da Casa Ermelinda Freitas; Joana Vida, da Venâncio da Costa Lima; Filipe Cardoso, da Sivipa e Quinta do Piloto; Mário Cravidão, da CW – Comporta Wines; António Saramago Filho, da António Saramago Vinhos, Nuno Palhoça, da Filipe Jorge Palhoça Vinhos e Nuno Cândido, da Adega Camolas.

Na prova do Rio, a Orquestra Maré do Amanhã, que foi tema do documentário “ContraMaré”, lançado recentemente, formada por jovens músicos de comunidades do Complexo da Maré, será uma das atrações. A orquestra tem repertório eclético, misturando Mozart, Michael Jackson e Pixinguinha, além de uma versão para o tema de abertura da série de TV Game of Thrones. E faz parte de um projeto social, criado por Carlos Eduardo Prazeres, que hoje atende cerca de três mil jovens e adolescentes da comunidade da Zona Norte do Rio.

Os eventos contarão também com a participação do sommelier Diego Arrebola, que mediará as masterclasses, com a participação dos produtores, nos dois estados. “Vou falar da variedade dos vinhos da localidade, o quanto são gastronômicos e o quanto funcionam com a variedade gastronômica brasileira. O Brasil é muito vasto, apresenta muito sabores, pratos, gostos… Por isso é tão importante a versatilidade dos vinhos de Setúbal, que podem harmonizar com a gastronomia brasileira, de Norte ao Sul do país, com suas diferentes opções e variedades”, explica Diego.   

Brasil foi o primeiro mercado de exportação, fora da união Europeia, para os vinhos de Setúbal neste primeiro trimestre de 2018. Para o presidente da CVRPS, Henrique Soares, este é um excelente resultado, considerando a crise econômica brasileira. “É uma consequência do desempenho firme de nossa estratégia promocional, desenvolvida para o Brasil nos últimos anos”, ressaltou. Junte-se a isso, o reconhecimento da qualidade dos vinhos portugueses, que hoje ocupam uma das primeiras posições no ranking de bebida importada no país, de acordo com dados divulgados pela Consultoria Ideal.

AGENDA DAS PROVAS DE VINHOS DA PENÍNSULA DE SETÚBAL

Rio de Janeiro
Data: 5/6
Hora:  17h – Coquetel com moscatéis com pocket show da Orquestra Maré do Amanhã
Local: Belmond Copacabana Palace

São Paulo
Data: 7/6
Hora: 16h Masterclass (inscrições meia hora antes. Vagas limitadas)
17h coquetel de abertura
Local: Consulado Geral de Portugal – Rua Canadá, 324 – Jardim América