Provei os vinhos de marca própria do Outback: Outback White Selection e Outback Red Selection

A rede Outback Steakhouse é sem duvida um grande sucesso no Brasil. Aqui em Campinas virou até uma lenda, tamanha fila que sempre se formou em frente à sua unidade do Shopping Iguatemi. Agora com mais duas unidades, ainda continuam cheios, confirmando a que caíram mesmo no gosto do brasileiro. Pratos bem condimentados, generosos e uma atenção ao prato principal da casa, a carne.

O vinho também sempre teve destaque no cardápio, com uma carta reduzida, mas de boa qualidade e preços atrativos. Para melhorar ainda mais, o Outback acaba de lançar sua linha própria de rótulos.

outback01

Inicialmente foram lançados dois rótulos produzidos na Bodega Salentein, tradicional vinícola que fica em Mendoza, na Argentina. O Outback White Selection, um vinho branco feito só de uva torrontés, muito aromático com notas de flor, pêra e maça verde. No paladar é leve, mas com ótima acidez o que faz um ótimo acompanhamento para os pratos bem condimentadas do Outback. Provei com o grilled shrimp on the barbie e a chicken pasta primavera e ficaram ótimos.

Outback Red Selection é um vinho tinto feito de um blend das uvas malbec, cabernet sauvignon e petit verdot. Um vinho tinto leve, macio e assim como o branco, apresenta uma boa acidez, que vai muito bem com a clássica Ribs On The Barbie ou mesmo o famoso corte Ribeye.

outback02

Os vinhos são servidos em taça (R$ 18) ou garrafa (R$ 63).

Fica a dica então para a próxima vez que for ao Outback: que tal pedir uma taça de vinho ao invés do chopp? 😉

um abs!
Alexandre

2 comentários sobre “Provei os vinhos de marca própria do Outback: Outback White Selection e Outback Red Selection”

  1. Sou fã de vinhos de rótulo próprio. Essa moda é antiga na Inglaterra e lá supermercados investem no rótulo próprio com vinhos de qualidade e acabam ganhando prêmios e reconhecimento da mídia especializada.
    Espero que a moda pegue, para todo mundo beber melhor e mais barato.
    Saúde!

    Ale Esteves

    1. Oi Ale,

      Eu também gosto bastante, mas ainda tem muita gente no Brasil que confunde “vinho da casa” com vinho de baixa qualidade.
      Como os restaurantes tem conseguido bons vinhos de marca própria, acredito que com o tempo vão conquistar o consumidor e reverter esta imagem.

      bjs
      Ale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *